De repente já | Seja Imensa
388
post-template-default,single,single-post,postid-388,single-format-standard,qode-news-1.0.4,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

De repente já

 

Não sei vocês, mas eu às vezes me pego exausta sem saber o porquê. Um tipo de cansaço esquisito que me pega no meio do dia mesmo com noites bem dormidas e nenhum esforço desgastante ao exagero.

Desconfio que seja um peso dos nossos dias, o fardo dessa geração ligada demais que faz questão de estar alerta o tempo todo e acaba por desfalecer de repente. Trocamos o sono por informações irrelevantes, entregamos nosso silêncio à primeira multidão de falatório e opiniões por medo do título de conservador.

Afinal a gente precisa de muito pra formar uma mente inteligente. Precisa ler muito, ouvir muito, discutir muito, assistir muito, estudar muito, descobrir muito pra ser sequer um pouco mais visto no mundo.


Enquanto trocamos a rara calmaria pela bagunça em semelhança de desempenho, seremos constantemente vítimas de apagões humanos repentinos [e lúcidos].

 

Sem Comentários

Escreva um Comentário